Banner Vortex Caoscast

Currently Viewing Posts Tagged magia do caos

Vórtex Live – 10 – Anunciação

“Por que você não transforma esse seu Propósito que tanto te pesa como fardo em micro quests e vai lidando com elas progressivamente?!”

 

Este programa é um oferecimento de nossos queridos apoiadores!

Créditos

  • Edição de áudio e arte: Gelo
  • Conceito: Rod

SAC – Serviço de Atendimento ao Caoísta

Ajude a imantizar o escathon e Vortex a permanecer no ar em nossa campanha de financiamento no Apoia.se

Córtex CaosCast – 1 – O Livro dos Resultados

CORTEX – 1 – O Livro dos Resultados

ABRA SEU CÉREBRO porque a gente voltou!
Nessa edição com o Livro dos Resultados, uma das mais clássicas obras de magia do caos já publicadas! Escrito por Ray Sherwin, este pequeno livro (aproximadamente 60 páginas) contém mais sabedoria do que algumas das grandes bíblias contemporâneas! Trata-se, praticamente, de um manual de organização das suas crenças em magia e um passo a passo para o começo da prática de fato.
Mas engana-se quem pensar que é um livro apenas para iniciantes. Escrito em camadas, há informações nas entrelinhas que não são vistas em nenhuma outra obra de chaos magic por aí, e nós destrinchamos todos estes detalhes nessa, agora sim, primeira edição oficial do Cortex!
Escuta lá que está imperdível!

 

Créditos

SAC – Serviço de Atendimento ao Caoísta

Ajude a imantizar o escathon e Vortex a permanecer no ar em nossa campanha de financiamento no Apoia.se

Os Véus e as Dimensões

O Véu do Esquecimento não é mera ferramenta reencarnatória, mas uma ode à individualidade. Pode-se argumentar que todos os tempos e espaços são um só, que as dimensões se interpenetram e que o livre-arbítrio só existe na mente do homem, mas temos de considerar que só de classificarmos e organizarmos a experiência da vida em diversas passagens as munimos de individualidade e autenticidade. Em outras palavras, toda experiência é autêntica por si só e tem o direito de ser separada e destacada do contexto geral para se expressar sem os ruídos e interferências do passado ou do futuro.

Uma vez que levantamos o Véu do Esquecimento as diversas experiências se interpenetram, tal como tanques cheios de água que assim que conectados nivelam seus volumes. Ao tornarem-se unidade os padrões naturais se reforçam e a ilusão do livre-arbítrio enfraquece. Este não é um problema, mas também não é essencialmente uma solução. O que há para ser entendido é que individualidade e união são possibilidades de manifestação e ferramentas para a expressão da autenticidade do ser. 

 

Rodrigo Vignoli

Belo Horizonte, 25 de março de 2019

Sol 4° Áries, Lua 6º Sagitário, Mercúrio 16° Peixes

Vortex CaosCast – Live – 09

“De onde se espera, no geral, é que não vem nada mesmo”

– Paulo Coelho

Citado

Satariel’s Shroud: Sex, Power and Ethics in Contemporary Thelema

#OPodcastÉDelas2019 – Vortex CaosCast – 46 – Kallisti

Nesta edição histórica nossas Afrodite, Athena e Hera, conhecidas pelo vulgo como Ariel Machado, B. e Lenore realizam um ato mágicko e subvertem esta abertura do Vortex. Espere encontrar portas que não sabiam que existiam, lembrem-se daquelas que nunca deveriam ter sido esquecidas,escreva no seu caderninho, beba água, não sejam um babaca, ignore pessoas, converse com plantas e ouçam podcast!

Este programa faz parte da campanha #OPodcastÉDelas2019, uma iniciativa criada para inserir e promover mais mulheres na mídia podcast. A campanha ocorre sempre no mês de março e esta é a sua terceira edição. Para encontrar mais podcasts participantes, procure pelas hashtag #OPodcastÉDelas e #OPodcastÉDelas2019 nas mídias sociais e siga o @opodcastedelas.

Citados

Créditos

  • Edição de áudio e Arte da Vitrine: Gelo

 

SAC – Serviço de Atendimento ao Caoísta

Ajude a imantizar o escathon e Vortex a permanecer no ar em nossa campanha de financiamento no Apoia.se

Vortex CaosCast – 45 – Kundalini Yoga & Sikh Dharma

💫VIVIX VORTEX💫

Neste episódio nós trazemos de volta um dos convidados mais especiais que já passou pelo Vortex: HariBhagat Singh Khalsa, também conhecido como Bernardo Malamut.
Bernardo nos apresenta o incrível mundo da Kundalini Yoga, um sistema iniciático que reúne as múltiplas disciplinas orientais e exprime com maestria a essência do Raja Yoga – a Yoga Real.
O Kundalini Yoga tem uma visão muito particular acerca da espiritualidade e, diferente de outras linhas de yoga que vemos por aí, a maioria muito corporal – e até “fitness” – o KY trabalho com a integração do corpo, mente e espírito. E é essa conexão entre esses três elementos que também vai nos levar a falar sobre o Sikh Dharma, a filosofia que complementa a prática da Kundalini Yoga!
O episódio está recheado de histórias, personalidades marcantes e conceitos que dialogam diretamente com a prática magística. Você quer entender o porquê da fixação de To Mega Therion com a disciplina yóguica? Então ouça este episódio!

Avalie-nos no iTunes e deixe seu comentário no site falando o que você achou desse episódio! Faz toda a diferença! 🖤

Também temos nosso e-mail para contato:
escrevaparaovortex@gmail.com

Apoie o Vortex e nos ajude a imanetizar o Escathon!
www.Apoia.se/vortexcaoscast

 

 

https://www.facebook.com/espacopranamudra/

https://www.instagram.com/espacopranamudra/

https://www.3ho.org/

Caos como atitude e postura diante da Magia

Por tradição ‘magia’ é algo que se faz.

Fala-se de Arte, fala-se de técnica, fala-se, sempre, de ‘boas práticas em magia’. Faça isto com aquilo quanto a isso e aquilo outro acontecerá, mas faça deste jeito aqui, caso contrário, você provará o gosto daquilo. No geral, não queremos o gosto daquilo, mas que aquilo outro aconteça. A grande provocação da Magia do Caos é, justamente, partir disso: divirta-se fazendo magia e conseguindo resultados e não necessariamente os que queria, mas os seus resultados. Isto por causa da atitude quanto a ‘magia’. Quem faz magia do caos é antes de mais nada uma pessoa ousada. É alguém que não está, exatamente, preocupada com intenções e agendas que não seja a sua. Caoístas são egoístas? Sim, se estivermos pensando em Raul Seixas, não, se estivermos pensando em Ayn Rand. Isto por causa da postura.

Quem opera magia clássica é alguém que está ocupado com a consecução de uma Grande Obra, da realização de algo grande e importante e soturno e cósmico, por sua vez, quem lança mão do que podemos chamar de ‘magia do caos’ está olhando para alguma outra coisa que talvez seja menos magnânima e não menos comprometida. Aliás, a postura se revela aqui: magistas do caos tendem a formar grupos de pessoas que não estão interessadas no que os confrades estão buscando, mas no como. Seria bem difícil, mesmo que genericamente, esboçar uma resposta para a pergunta: o que querem magistas do caos? Sopra um vento único de liberdade vindo dali que pode ser comparado a sair para brincar lá fora depois de vários dias de chuva incessante: você simplesmente não sabe por onde começar. E aqui é onde começa o caos.

Quando não se tem por onde começar você pode começar simplesmente por qualquer lugar! Não comece treinando concentração: aprenda hebraico. Tente realizar uma meditação em meio a um raivoso show de hard core e experimente êxtase e dissolução em meio a um mosh pit. A atitude vem de não começar uma vida nova com magia, mas de tornar mágicka a vida que você já tem. Magia do Caos não é para convertidos, é para interessados. Assuma uma postura de encantamento diante dos eventos, tome seu lugar no Equinócio dos Deuses e exija tributos pagos em sorvete, caso goste de sorvete. Tente com menos força e não leve as coisas tão a sério, você saiu para brincar, lembra? Quando se está pensando em Caos não se está pensando no oposto a Ordem, que seria desordem. Basta olhar um grupo de crianças brincando num parquinho depois da chuva e verá como elas dão um jeito de organizar as brincadeiras. O que não quer dizer que não haverão atritos ou reclamações. Pessoas ousadas não estão preocupadas primariamente com segurança. Saia para brincar pensando no escorrega, veja que ele está ocupado e divirta-se com seus novos amigos da gangorra. Você saiu para brincar, não para brincar só no escorrega. Volte-se para o que importa e o resto virará acessório. Divirta-se depois contando como conseguiu seus arranhões e amigos novos.

José Lucas ‘Gelo’ da Silva
São Carlos, 03 de março de 2019
Sol 12° Peixes Lua 10 º Aquário Mercúrio 29º Peixes

Vortex CaosCast – Live – VIII

“A dor que você sente é a dor que você causa ao mundo”

Live sem polêmica não é live!

Este programa é um oferecimento de nossos queridos apoiadores!

Créditos

  • Edição de áudio e arte: Gelo
  • Conceito: Rod

SAC – Serviço de Atendimento ao Caoísta

Ajude a imantizar o escathon e Vortex a permanecer no ar em nossa campanha de financiamento no Apoia.se

Córtex CaosCast – 0 – A Ascensão de Prometeu

Nasce o Cortex! Um projeto dentro do Vortex que vai explorar literatura mágicka abordando autores, temas e obras com um olhar mais profundo e focado!
Diferente do Vortex em que “Nada é Verdadeiro e Tudo é Permitido“, o Cortex vem com uma pegada de “Ora Lege Lege Lege Relege labora et invenies.”, ou seja: um programa mais formal e de viés extremamente teórico.
E para a estreia do Cortex vamos discutir o livro A Ascensão de Prometeu do grande autor Robert Anton Wilson! Você está pronto para fritar os seus circuitos de consciência?! Então dá o play!

 

Créditos

SAC – Serviço de Atendimento ao Caoísta

Ajude a imantizar o escathon e Vortex a permanecer no ar em nossa campanha de financiamento no Apoia.se

Vortex CaosCast – Live # 7

  1.  Este programa é um oferecimento de nossos queridos apoiadores!

Créditos

  • Edição de áudio: Gelo

SAC – Serviço de Atendimento ao Caoísta

Ajude a imantizar o escathon e Vortex a permanecer no ar em nossa campanha de financiamento no Apoia.se